Buscar
  • Andreia Aparecida

A ESCOLA DOS SONHOS


Nela eu me descubro em minha própria realidade, abro a mente para novas ideias, é nela que tenho encontrado minha plena felicidade.

Aprendo a semear, aprendo a cultivar, aprendo a me identificar. Sou jovem camponesa, tenho orgulho em falar, sou nordestina, sou sim, sou aqui do Ceará.

Antes tinha vergonha de ser, hoje por conta das experiências vividas, orgulho novamente eu tenho em dizer.

Sou educanda da EFA Dom Fragoso, que apesar de todas as dificuldades, o aprendizado que adquiro me faz ter ainda mais vontade.

Vontade de sonhar, de nunca desistir, levantar e realizar. Ter paciência para esperar, a semente germinar, a árvore crescer e florescer, e bons frutos poder dar.

Aprendo o quão a natureza é importante, depois que entrei nesta escola tenho uma certeza: Minha mente nunca mais será como antes.

Tem algo que não sai da minha cabeça: Quero plantar quantas árvores eu puder, reconstruir o que foi destruído, economizar e cuidar d’água o quanto der, o que foi jogado fora reutilizar, tratar do solo e os animais amar.

Na EFA me ensinam como fazer, com a seca conviver e não combater. Para mim não é trabalho e sim um lazer.

Essa instituição tem um projeto diferente, envolve escola, família e comunidade, reconhecemos nossas origens, preservamos nossa cultura e biodiversidade.

Aprendemos a não ter preconceito, não importa a classe social ou etnia; indígena, branco, pardo e negro, somos todos iguais em cidadania.

Ela é exemplo, não me intimido, apenas reconheço e admito, minha escola EFA Dom Fragoso é diferenciada, e digo mais, eu sou é privilegiada. “Revolucionar é preciso”.


27 visualizações