Buscar
  • Diassis Silva

Apresentação dos Projetos de Vida da Família Camponesa - PVFC 2017


Por alguns anos, na Escola Família Agrícola (EFA) Dom Fragoso, trabalhamos o “Projeto Profissional do Jovem” (PPJ), como é comum nas EFAs do Brasil. Desde 2012, estamos mudando, não só o nome dessa ferramenta, também a sua compreensão e prática.

Entendemos que o projeto não é só do jovem, que ele não pode botar sua família a seu serviço, para desenvolver o “seu projeto”, no período da sessão escolar. Também, porque a missão primeira da EFA Dom Fragoso é formar jovens camponeses/as, com suas famílias e comunidades, construindo o bem viver, no campo.

Nessa perspectiva da construção do Bem Viver, nos dias 27 e 28 de novembro, no auditório Dom Helder Câmara, na EFA Dom Fragoso, aconteceu a apresentação dos Projetos de Vida da Família Camponesa – PVFC, trabalho apresentado pelos jovens que, ao longo dos 3 anos de permanência na EFA, foram construídos por eles e por suas famílias, um trabalho de caráter teórico e prático, assim, junto com as famílias, eles colocam na prática ou melhoram os cuidados das atividades, que as famílias tinham ou que foram colocadas na prática, a partir da permanência do jovem na EFA. Sabrina e Emiliana falam o que é para elas essa ferramenta da Pedagogia da Alternância.

“O PVFC é pra mim não só uma ferramenta que faz parte da pedagogia, mais também uma forma de vida, pois o mesmo, traz pra família renda assim garantindo a permanência no campo de acordo com a nossa realidade e são atividades que fazemos por amor ao trabalho camponês. (Sabrina, educanda do 3º ano 2017)”

“O PVFC é muito importante na vida do jovem, porque estará ajudando o jovem camponês de várias formas, principalmente como a permanência no campo, e está trabalhando junto com a família técnicas de convivência com o semiárido. O PVFC traz a implantação de três unidades produtivas na família com objetivo da permanência no campo e a família está se alimentando de alimentos de origem conhecida. (Emiliana, educanda do 3º ano 2017)”

Os jovens: Michele, André, Carina, Emiliana, Sabrina, Clara, William, Eugênia, Jefferson e Felipe, apresentaram seus trabalhos com as atividades produtivas de caprinocultura, avicultura, palma forrageira, suinocultura, horticultura, minhocultura, viveiro de mudas, consórcio agroecológico e suporte forrageiro. Estavam presentes na banca, Esmael, Rosberg e Jardel, que foram os monitores responsáveis pela orientação. Karla e Liduína professoras do Instituto Federal do Ceará Campus Crateús, Gustavo Doutorando em ciências do solo, Auricélio e Katiana ex-educandos da EFA sendo a última estudante de zootecnia do IFCE e Jéssica assistente social, que deram suas contribuições para os trabalhos dos jovens.


56 visualizações